quarta-feira, 22 de abril de 2015

Merengue de Morangos com Calda de Caramelo



Olás, tudo bem?

Se eu te falar 'merengue' você pensa em que?
Pois é, uma das questões mais frequentes que as pessoas me fazem quando descobrem que eu gosto de preparar sobremesas é "você sabe fazer merengue? Eu adoro merengue!". Eu confesso que nunca entendi direito esse tal de merengue que as pessoas amam porque para mim, merengue sempre foi sinônimo de suspiro, e nunca achei suspiro uma coisa assim, tão adorável e cheia de fãs. Mas até entendia a questão, já que suspiros/ merengues são meio chatinhos de se preparar por causa da temperatura do forno.
Não faz muito tempo que, ouvindo uns amigos falarem de um doce delicioso que tinham comido, me toquei que aquela sobremesa composta de discos de suspiro intercalados com creme chantilly e morangos frescos era o famoso Merengue! Pesquisando depois, descobri que o nome pegou graças a uma dessas franquias de confeitarias, que faz um bolo de suspiros nesse estilo.
Nomenclaturas à parte, no final de semana eu estava realmente inspirado para cozinhar e com um monte de claras congeladas pedindo para serem usadas, então não pensei duas vezes: bati o merengue [devia ter batido um pouco mais, me apressei pela empolgação] enquanto ligava os fornos bem baixinho, passei para dois sacos de confeitar, modelei dois círculos lisos com um deles e com o outro várias pitangas de merengue e foi tudo para o forno. Os círculos, que assaram a 80 graus no forno elétrico ficaram perfeitos. Os suspirinhos, que assaram no forno a gás em temperatura mínima e com uma colher de pau mantendo a porta aberta, racharam um pouquinho [temperatura ainda alta demais], mas deu pra salvar.
Empilhei tudo, intercalando com chantilly e morangos cortados ao meio, cubri com os suspirinhos e mais morangos e levei à geladeira, enquanto [seguindo uma dica que vi em uma receita de Pavlovas de framboesa] preparava uma calda de caramelo para acompanhar.
O resultado foi uma sobremesa tão linda, leve, tão cheia de texturas e de sabores que se misturavam tão bem na boca que não teve quem não repetisse! E olha, fácil de fazer [o mais complicadinho é assar os suspiros, na verdade] e super em conta!
Espero que gostem!



Merengue de Morangos com Calda de Caramelo

Ingredientes dos suspiros:
1 e 1/2 xícaras de açúcar refinado;
Raspas de 1 limão;
6 claras.

Para a montagem:
300ml de creme de leite fresco, bem gelado;
2 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro;
1/2 colher de chá de extrato de baunilha.

300g de morangos bem maduros [lavados, sem cabinhos e folhas e secos], os maiores cortados ao meio e os menores inteiros;
2 colheres de sopa de açúcar;
Suco de meio limão.

Para a calda de caramelo:
1 xícara de açúcar refinado;
100g de manteiga sem sal em temperatura ambiente;
100ml de creme de leite fresco;
1 pitada de sal;

Prepare os suspiros:
Preaqueça o forno a 80 graus [ou asse na menor temperatura do seu forno, mantendo a porta entreaberta com uma colher de pau].
Desenhos 2 círculos de 20cm de diâmetro em uma folha de papel manteiga e coloque a folha sobre o fundo de uma assadeira retangular grande, com o desenho para baixo.
Forre o fundo de outra assadeira retangular grande também, com papel manteiga.
Reserve.

Em uma tigela pequena junte o açúcar e as raspas de limão. Aperte bem, amassando com as pontas dos dedos, até que as raspas liberem seus óleos no açúcar. Reserve.
Em uma panela média junte as claras e o açúcar. Leve ao fogo baixo, mexendo sem parar com um fouet, até que o açúcar se dissolva completamente e as claras percam um pouco da viscosidade [se preferir, faça isso em banho-maria].
Passe a mistura para a batedeira e ligue, subindo a velocidade gradualmente, até chegar na alta.
Bata por cerca de 10 a 12 minutos, até conseguir picos firmes.
Divida a mistura em 2 sacos de confeitar, um com o bico tipo Pitanga médio, o outro com um bico redondo, de 1,5cm, liso [ou os que você tiver em casa, ou mesmo 2 sacos plásticos limpos e secos, com a ponta cortada com uma tesoura].
Com um pouquinho do merengue, cole as folhas de papel manteiga nas assadeiras.
Com o saco de bico liso, molde os círculos de suspiro, preenchendo os círculos desenhados no papel manteiga de fora pra dentro.
Com o saco de bico pitanga, molde pequenos suspiros por toda a assadeira preparada, deixando uma distância de 3cm entre eles.
Leve as assadeiras ao forno por cerca de 1 hora e meia, até que os discos e os suspiros estejam formes e opacos. Você pode assar metade por vez, se as duas assadeiras não couberem ao mesmo tempo no seu forno [eu, como disse acima, usei 2 fornos].
Retire do forno e deixe esfriar completamente antes de montar.

Prepare o chantilly:
Na batedeira bata o creme de leite fresco bem gelado até conseguir picos moles. Junte o açúcar e a baunilha e bata até conseguir picos firmes. Reserve na geladeira.

Prepare os morangos:
Em uma tigela junte os morangos pequenos inteiros e os maiores cortados ao meio. Junte o açúcar e o suco de limão e reserve, em temperatura ambiente, por 20 minutos. Escorra bem e descarte o caldo.

Faça a montagem:
Sobre o prato de servir coloque um dos discos de suspiro. Sobre ele espalhe [com uma espátula ou com um bico de confeitar, se preferir] metade do creme chantilly, e por cima distribua morangos partidos ao meio. Com cuidado, coloque o segundo disco de suspiros e o restante do creme chantilly. Espalhe por cima os morangos inteiros e os suspirinhos.
Reserve na geladeira por pelo menos 1 hora antes de servir.

Meia hora antes de servir, prepare a calda:
Em uma panela média de fundo grosso, coloque o açúcar e a manteiga. Leve ao fogo médio, mexendo a panela de vez em quando, até que o açúcar derreta e forme uma mistura homogênea, cor de caramelo claro. Imediatamente retire a panela do fogo e adicione o creme de leite, com cuidado porque a mistura tende a espirrar.
Volte a panela ao fogo baixo e cozinhe até que o caramelo derreta completamente. Deixe esfriar e passe para uma molheira.
Derrame parte da calda sobre o doce no momento de servir [vai sobrar calda, mas tenho certeza que você vai achar uma boa função pra ela - aconselho para servir com panquecas ;) ].


quinta-feira, 9 de abril de 2015

Torta {Amendoim + Chocolate}



Olás, tudo bem?
Comer amendoim, assim como gastar dinheiro e comer biscoito de polvilho, é daquelas coisas que quando se começa, não se para mais! Amendoim não sobra, seja daquele salgado de petisco, seja açucarado com chocolate [alias, um bom brigadeiro de colher salpicado de amendoim salgado torrado, daqueles de saquinho mesmo, conforta qualquer problema!]. Amendoim é ame ou tenha alergia. Eu, por sorte, amo. Amo mas evito, porque vamos combinar que é super calórico, né? Nem costumo comprar manteiga de amendoim, para não correr o risco de comer de colher. 
Mas como ninguém é de ferro, quando encontro uma boa receita com manteiga de amendoim me permito comprar um pote. Foi o que aconteceu essa semana: paixão à primeira vista por essa torta de amendoim! 
A receita é das mais fáceis - não precisa pré-assar a base nem nada. Enquanto a massa de torta descansava na geladeira, corri ao mercado pra buscar manteiga e amendoim salgado. Cheguei, liguei o forno, abri a massa, coloquei na fôrma e foi para o freezer enquanto eu misturava os ingredientes do recheio. Cobri a massa gelada com o recheio e tudo para o forno. E pronto!
A receita original recomenda que a torta pronta seja polvilhada com migalhas de bacon frito crocante [!!!] por cima,  o que "dá um toque salgado interessante e equilibra a doçura da receita". Eu não usei, mas exagero por exagero, acrescentei um bocado de chocolate 60% cacau no recheio - funcionou  bem equilibrando a doçura e me lembrou muito aqueles bombons de chocolate com caramelo e amendoim, tipo Charge, sabe?! Adorei!
Espero que gostem! 
E se alguém servir a torta com bacon por favor, me conte se fica bom.


Torta de Amendoim com chocolate... 
...pra niguém botar defeito!
Receita adaptada daqui, rende uma torta de 23cm de diâmetro.

Ingredientes da massa:
1 e 1/3 xícaras de farinha de trigo;
1 colher de chá de açúcar;
1/4 da colher de chá de sal;
1/2 xícara [100g] de manteiga gelada cortada em cubinhos;
3 ou 4 colheres de sopa de água gelada.

Ingredientes do recheio:
1 e 1/4 xícaras de amendoim torrado salgado;
2 ovos;
1/4 de xícara de açúcar mascavo;
1 xícara de xarope de milho [glucose];
1/8 da colher de chá de sal;
1 colher de chá de extrato de baunilha;
1/3 de xícara de manteiga de amendoim;
1/3 de xícara de gotas de chocolate 60% cacau [opcional, mas recomendadíssimo!].

Prepare a massa:
Em uma tigela misture farinha, açúcar e sal.  Adicione a manteiga gelada e amasse, com as pontas dos dedos, até conseguir uma farofa úmida. Junte as colheradas de água, uma por vez, amassando apenas o necessário para conseguir formar uma bola de massa. Achate com as mãos a bola de massa, formando um disco. Envolva-o em filme plástico e leve à geladeira por 20 minutos.
Depois disso, sobre uma superfície limpa e polvilhada com farinha, abra a massa com um rolo até conseguir um círculo de 28cm de diâmetro e mais ou menos meio centímetro de espessura. Cubra o fundo e laterais de uma fôrma de tortas com essa massa, cortando os excessos e apertando as bordas com os dedos ou com um garfo, para dar acabamento. Leve ao freezer por uns 15 minutos, enquanto prepara o recheio.

Prepare o recheio:
Preaqueça o forno a 160 graus. Se você tiver uma pedra de forno, coloque-a para preaquecer [a pedra de forno ajuda a massa da torta a assar uniformemente].
Pique 1 xícara de amendoim salgado em pedaços menores, com uma faca afiada.
Em uma tigela misture bem os ovos, o açúcar mascavo, a glucose, o sal, a baunilha e a manteiga de amendoim. Junte o amendoim picado e as gotas de chocolate e misture bem.
Retire a massa do freezer e recheie com a mistura. Por cima espalhe 1/4 de xícara de amendoim salgado.
Leve ao forno por 50 minutos. Se a superfície da torta começar a dourar demais, coloque uma folha de papel alumínio aberta por cima.
Deixe esfriar completamente antes de fatiar.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Café da manhã de Páscoa



Olás, tudo bem?
Em casa não somos de comemorar Páscoa nem nada, mas alguns pratos como bacalhoada acabam sempre por aparecer por aqui nessa época, muito mais por sazonalidade [é mais farta a oferta de bacalhau nesses tempos] do que por tradição ou religiosidade. E como um almoço com bacalhoada é sempre especial, acabo por tentar caprichar na sobremesa também. 
Mas o que percebi olhando meus arquivos de receitas é que nas vezes em que postei receitas de Páscoa, as publicações sempre foram ao ar pós- feriado, o que acaba com toda a graça, já que ninguém em sã consciência vai preparar uma super sobremesa depois de dias se empanturrando com chocolates, não é? Então nesse ano resolvi corrigir o erro: aqui vai, previamente, minha receita para o café da manhã [que é minha segunda refeição favorita - a primeira é o brunch] do domingo de Páscoa [ou para qulaquer outro café da manhã preguiçoso e reforçado].
Eu sempre achei a panqueca uma invenção incrível: é mais fofa que bolo, mais rápida de ser preparada, perfeita para se comer quente e funciona como uma esponjinha, encharca maravilhosamente de manteiga ou calda ou geléia. Adoro Waffles também, mas ainda prefiro uma boa e gorducha panqueca. 
Essas, de cacau, são super macias e cheias de gotinhas de chocolate derretido, parecendo um bolo de chocolate ultra macio que acabou de sair do forno. E como é Páscoa, me permiti seguir a sugestão da Bakerella e cobrir as panquecas com calda de chocolate quente. E uns moranguinhos picados, por que não?  Não preciso falar mais nada, né?

Espero que gostem, e boa Páscoa a todos!


Panquecas de Chocolate com Calda de Chocolate
[rendeu 10 panquecas grandes]

Para as panquecas:
1 e 1/3 xícaras de farinha de trigo;
3 colheres de sopa de cacau puro em pó [sem açúcar];
2 colheres de chá de fermento em pó;
1/4 de xícara de açúcar;
1/4 da colher de chá de sal;
3 colheres de sopa [50g] de manteiga sem sal, derretida;
1 colher de chá de extrato de baunilha;
1 e 1/4 xícaras de leite;
1 ovo;
1/2 xícara de gotas de chocolate meio amargo [ou chocolate em barra bem picadinho, usei 56% cacau];

Para a calda de chocolate:
3/4 de xícara de creme de leite fresco;
1 colher de chá de manteiga sem sal;
1 xícara de chocolate meio amargo [usei 56% cacau] picado .

Morangos partidos ao meio para servir.

Prepare a calda:
Coloque o chocolate picado em uma tigela pequena. Reserve.
Em uma panelinha leve o creme de leite e a manteiga ao fogo, até quase ferver.
Derrame a mistura sobre o chocolate e deixe descansar por dois minutos.
Com uma colher, misture delicadamente até conseguir um creme liso, brilhante e homogêneo. Reserve em temperatura ambiente.

Prepare as panquecas: em uma tigela grande misture farinha; cacau; fermento, açúcar e sal. Em outra tigela misture a baunilha, o leite, o ovo e a manteiga derretida.
Junte os ingredientes líquidos aos secos, misturando bem com um fouet.
Adicione as gotas de chocolate e misture bem.
Leve uma frigideira antiaderente ao fogo baixo, untada levemente com manteiga [uso um papel toalha para untar a frigideira]. Derrame uma porção equivalente a 1/4 de xícara de massa na frigideira [você pode usar uma concha grande como medida] e deixe cozinhar até que surjam bolhas na superfície da massa. Vire a panqueca com uma espátula sem apertar e deixe cozinhar o outro lado por mais um minuto. Retire a panqueca e coloque-a para esfriar sobre uma gradinha ou sobre uma folha de papel toalha, enquanto cozinha as outras*. 
Unte novamente a frigideira e repita o processo todo até terminar as massas.
Faça uma pilha com as panquecas [ou pilhas individuais com 3 panquecas cada] e derrame por cima a calda de chocolate. Sirva imediatamente, com os morangos como acompanhamento.

*você pode aquecer o forno em temperatura baixa por 10 minutos antes de preparar as panquecas, então desligar o forno e reservar as panquecas que vão ficando prontas ali, enquanto prepara as outras. Assim ficam todas quentinhas no momento de servir.