sábado, 30 de março de 2013

Bananas Foster com Parfait de Chocolate Branco


Olá, tudo bem?
É fato: eu nunca sei o que fazer com chocolate branco. Outro fato: eu tenho uma resistência enorme a fazer sorvetes caseiros [não tenho sorveteira, e nas poucas vezes que tentei fazer sorvete em casa, usando aquele método de bater o sorvete na batedeira várias vezes, sempre ficaram duros como pedra]. 
Mas acontece que, por ironia, a receita de hoje é justamente de sorvete! E de sorvete de chocolate branco! A escolha foi totalmente acidental [sabe quando você decide fazer aquele bolo e só depois de começar é que você lê a receita toda e percebe que é uma torta congelada recheada de sorvete? Pois é.] mas o resultado foi tão inesperadamente cremoso e macio que eu precisava compartilhar essa receita com vocês! E pra dar uma graça no post, incluí as bananas.
'Bananas Foster' é o nome chique para uma sobremesa simples: bananas carameladas no açúcar e flambadas no rum, servidas ainda quentes e acompanhadas de sorvete de baunilha. Não é o cúmulo do confort food?! 
Aqui, o sorvete de baunilha deu lugar ao sorvete de chocolate branco. Aliás, sorvete não, Parfait. 
Parfait [Perfeito, em português] é o nome de uma sobremesa francesa, congelada, na qual a uma base de gemas, xarope de açúcar e saborizante [no caso, chocolate branco] é incorporado creme de leite batido, que confere maciez mesmo depois de congelado. E o que facilita muito a vida: não precisa ser batido nem uma vezinha sequer, enquanto congela!!!

Eu sei que a Páscoa já está meio em cima, mas se você está sem idéias para a sobremesa, eu te recomendo essa. Para a Páscoa ou para qualquer dia em que você precise de umas colheradas doces para se sentir no céu. Eu juro, funciona!
E feliz Páscoa :)



Bananas Foster com Parfait de Chocolate Branco
[receita retirada daqui e daqui]

Para 1,7 litros de sorvete:
425ml de creme de leite fresco bem gelado;
250g de chocolate branco de boa qualidade [usei o Sicao Callebaut, vindo da nossa parceira Bless Importados];
50g de açúcar refinado;
5 colheres de sopa de água;
5 gemas.

Para as bananas [para 4 porções]:
2 colheres de sopa de manteiga sem sal;
1/2 xícara de açúcar mascavo;
1/3 de xícara de creme de leite fresco;
1/4 de xícara de rum escuro;
4 bananas descascadas e cortadas ao meio no sentido do comprimento;
1 pitada de canela em pó.
4 bolas de sorvete, para servir.

Prepare o Parfait:
Bata o creme de leite fresco bem gelado na batedeira, até conseguir picos macios. Reserve na geladeira.
Parta o chocolate branco em pedaços e coloque no processador de alimentos. Processe até ficar picado bem fininho. 
Em uma panelinha de fundo grosso, coloque o açúcar e a água e leve ao fogo baixo, mexendo com uma colher até o açúcar se dissolver. Pare de mexer e deixe ferver por 3 minutos.
Com o processador novamente ligado, vá derramando a calda quente sobre o chocolate picado, seguido das gemas, uma por uma. Processe até ficar uniforme e fofo. 
Transfira a mistura de chocolate para uma tigela grande, e vá incorporando o creme de leite batido, em três adições, misturando sem bater, até incorporar.
Passe para uma tigela com tampa e leve ao freezer por pelo menos 6 horas.

Prepare as bananas:
Meia hora antes de servir, retire o pote de sorvete do freezer e passe para a geladeira.
Em uma frigideira de fundo grosso, derreta a manteiga. Adicione o açúcar mascavo e cozinhe em fogo médio, mexendo até o açúcar derreter e começar a borbulhar. Adicione o creme de leite [com cuidado, pois vai espirrar, e queimadura de açúcar derretida não é bolinho, né?], a canela em pó e misture bem. Junte as bananas, com a parte cortada virada para baixo, e deixe cozinhar e borbulhar por uns 3 minutos, em fogo baixo. 
Adicione o rum, dê uma sacudida na frigideira e abaixe a sua borda, com cuidado, até a altura da chama, para que o rum pegue fogo. Deixe flambar.
Quando as chamas se apagarem, distribua 2 fatias de banana por prato, regando com a calda. Coloque uma bola de Parfait por cima e sirva imediatamente.

segunda-feira, 11 de março de 2013

German Chocolate Pie


Olás, tudo bem?
O German Chocolate Cake sempre foi um bolo presente na minha lista de coisas a provar: além de ficar lindo, reúne chocolate, pecã e côco, três ingredientes que, se sozinhos já são deliciosos, juntos então nem se fala! O problema é que, além de pecã ser mais do que raro por aqui, um bolo do porte desses precisa de pessoas para comê-lo - um bom tanto de pessoas - e isso, por incrível que pareça, não é muito fácil de reunir.  Então o jeito foi deixar o bolo para um aniversário próximo e me contentar, temporariamente, com a sua versão torta. E posso dizer que estou bem contentado, viu?
Sobre o nome da torta, ela não tem nada de alemã... é criação americana mesmo, à partir do bolo de mesmo nome. O 'german' vem de 'german's sweet chocolate', que é a marca de um chocolate meio amargo para uso culinário utilizada na receita original. 
A receita do bolo vai ter que esperar um pouco, mas a da torta está aqui. Espero que gostem tanto quanto eu.



German Chocolate Pie 
[ou torta de chocolate, côco e pecãs, adaptada daqui]

Para a massa:
2 xícaras de farinha de trigo;
1/2 colher de chá de sal;
1 colher de chá de açúcar;

3/4 de xícara [150g] de manteiga sem sal, gelada e cortada em cubinhos;
1 gema;
4 colheres de sopa de água gelada.


Para o recheio:
120g de chocolate meio amargo de boa qualidade;
50g de manteiga sem sal;
1 e 1/2 xícaras de leite evaporado*;
3 colheres de sopa de amido de milho;
1 xícara de açúcar;
1 pitada de sal;
2 ovos;
1 colher de chá de extrato de baunilha;
1/2 xícara de noz pecã picadas;
1 e 1/3 xícaras de flocos de côco adoçados.

Prepare a massa:
Misture farinha, sal e açúcar. Adicione a manteiga e amasse com a ponta dos dedos até formar uma farofa. Adicione a gema e as colheradas de água aos poucos, amassando o suficiente para formar uma bola homogênea. Achate essa bola, formando um disco, envolva em filme plástico e leve à geladeira por meia hora.
Sobre uma superfície enfarinhada, abra a massa com um rolo até conseguir uns 5mm de espessura e com ela cubra o fundo e as laterais de uma fôrma para tortas de 22cm de diâmetro. Decore a borda amassando com um garfo ou marcando com a ponta de uma colher. Leve ao freezer enquanto prepara o recheio.

Prepare o recheio:
Preaqueça o forno a 170 graus.
Em uma panelinha, derreta o chocolate e a manteiga em fogo baixo, misturandocom uma colher. 
Retire a panela do fogo e incorpore o leite evaporado. Reserve. 
Em uma tigela, misture o açúcar, sal e amido. Adicione os ovos e a baunilha, e bata com um fouet. Aos poucos, vá adicionando a mistura de chocolate, sempre batendo para homogeneizar. 
Recheie a massa preparada com esse creme. 
Em outra tigela, misture os flocos de côco com as pecãs e espalhe sobre o creme. 
Leve ao forno por 40 ou 45 minutos, até o recheio dourar e inflar levemente. 
Deixe esfriar, sobre uma gradinha, por pelo menos meia hora antes de servir.

*No Brasil não se encontra leite evaporado pronto, mas é simples prepará-lo em casa:


Cada 3 xícaras de leite rende 1 xícara de leite evaporado [para leite de caixinha - quando mais forte o leite, menos é necessário].
Para essa receita, coloque 4 e 1/2 xícaras de leite integral em uma panela de boca bem larga e de fundo grosso. Coloque um pires refratário limpo dentro da panela, virado de boca para baixo. Leve ao fogo bem baixo, deixando ferver até que que o volume se reduza para 1 xícara: ele vai formar bastante nata, vai ficar mais amarelo e vai cheirar a doce de leite. Deixe esfriar completamente, então pulse no liquidificador apenas para homogeneizar.